Falta de tempo ou de prioridade?

Hoje o assunto da nossa conversa é Gestão do Tempo. Um tema que sempre está em alta no nosso dia-a-dia, principalmente no que se refere a escassez de tempo.

Este é um tema tranquilo para você? Você faz uma boa gestão do seu tempo ou gostaria que seus dias fossem maiores?

Bom, eu tenho observado tanto nos meus relacionamentos pessoais quanto nos profissionais que as pessoas deixam de fazer coisas que são importantes para elas por falta de tempo.

Mas será que é isso mesmo? A questão é falta de tempo ou de prioridade?

De uma maneira geral, nós seres humanos procuramos desculpas perfeitas para aquilo que precisamos fazer e que não queremos.

E as desculpas campeãs são: tempo e dinheiro. Ou você não tem tempo ou não tem dinheiro. Mas o fato é que quando realmente queremos, nem um dos dois são impeditivos.

Vamos nos ater aqui, ao fator Tempo.

A primeira coisa que você se deve perguntar é: Eu preciso de tempo para que? Por que esta atividade é importante para mim?

Existem inúmeras técnicas para fazer uma melhor gestão do tempo, mas o grande diferencial é a ATITUDE em coloca-las em prática. As pessoas sabem o que precisam fazer e não fazem por falta de atitude.

Em um passado não muito distante, eu também encontrei algumas dificuldades no que se refere a gestão do tempo. E como para mim, este fator, era quase uma questão de vida ou morte, fui buscar por ferramentas que pudessem me auxiliar. Posso dizer que tenho colhido bons frutos das minhas descobertas.

Então quero compartilhar alguns fundamentos que foram muito valiosos para mim e espero que também sejam para você:

Coloque no papel tudo que está na sua mente na aba “tenho que fazer”. Normalmente ficamos nos remoendo com pensamentos do tipo tenho que fazer isso, tenho que fazer aquilo. Então, pare alguns minutos e dedique-os para esvaziar a sua mente.

Feito isso, defina ordem de prioridade. O que você precisa fazer primeiro? Assim que definir as prioridades, planeje-se. O planejamento deve ser o mais detalhado possível. Especifique data e horários para cada uma das suas atividades.

É importante ter um planejamento macro, como por exemplo quais serão as minhas principais metas para o ano, para cada um dos meses, semanas e dia.

Habitue-se a planejar a sua semana e os seus dias. Ao final de cada semana, realize um balanço das suas realizações e o planejamento para a semana seguinte. Faça o mesmo para os seus dias.

No que se refere ao planejamento, é sempre bom deixar uma margem para atender as urgências e contingência. E se elas não acontecerem utilize este tempo para antecipar o que planejou para o dia seguinte.

É possível que ao realizar o seu planejamento, você chegue à conclusão que está faltando tempo. Então, você precisa também avaliar os desperdiçadores de tempo. O que está roubando o seu tempo? Aí a lista vai ao infinito, reuniões improdutivas, conversas desnecessárias, redes sociais, fofocas, novelas… O que você pode deixar de fazer para focar o seu tempo naquilo que realmente é importante para você?

Existe um ditado popular que, talvez você já tenha ouvido que “tempo é dinheiro”. Para mim tempo é muito mais do que dinheiro, tempo é Vida. Você já tinha pensado nisso?

Então, partindo desta lógica, quando nós usamos mal o nosso tempo o que estamos desperdiçando é a nossa vida.

Reflita sobre onde e como precisa melhorar a forma de lidar com o seu tempo, ou melhor, com a sua vida.

Espero que de alguma forma o que eu disse tenha feito sentido para você e que tenha contribuído com a sua trajetória.

Fico por aqui, até breve!

Posts Relacionados

Leave a Comment

%d blogueiros gostam disto: